ROLEZINHO EM PORTUGAL

Rosângela Biavati, 36 anos, morreu ontem na praia de Santos, litoral de São Paulo. Rosângela foi  vítima de um raio. No Brasil ocorrem, em média, 130 mortes por ano devido a descargas elétricas atmosféricas. No ranking mundial de mortes por raio, ocupamos a quinta posição. Igual ao Neymar Júnior na FIFA. Curiosamente, a probabilidade de um homem ser atingido por uma descarga elétrica é dez vezes maior que a de uma mulher. Coitada da Rosângela: acertou na mega-sena acumulada, só que ao contrário. Nascer, viver e ser feliz dependem de eventos probabilísticos.

Estou em Lisboa quase uma semana e não consigo tirar os olhos do Brasil. Também pudera, a família Sarney não deixa. A fama da governadora do Maranhão, Roseana, não conhece fronteiras. Aqui na Terrinha, do outro lado do Atlântico, repercute o misto de arrogância e incompetência da filhote de Sarney na condução da crise maranhense. Para não acusar, injustamente, a administração de Roseana de imobilismo, vale recordar a oportuna licitação para a compra de camarões e lagostas. Para quem não sabe, o Maranhão é o segundo pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil. Em quase meio século no exercício do poder, o que esta quadrilha, perdão, família, fez em prol do seu estado e do Brasil? Nada. Se de fato nada tivessem feito já estaria de bom tamanho, o pior é que, ao longo destes anos todos de mandonismo feudal, os descendentes da Dona Kyola dedicaram-se com afinco a acumular imensa riqueza de origem, pelo menos, duvidosa. Poderosos, os Sarneys conseguiram que a justiça brasileira censurasse o jornal Estado de São Paulo, que apurava as denúncias e processos envolvendo a “famiglia”. Isso em plena democracia. Pobre Al Capone, jamais conseguiria vaga de bandido no Brasil, nem como estagiário.

O ano de 2014 não completou duas semanas e já acumulamos dois escândalos: o projeto aero-agro-capilar de Renan Calheiros e a intifada de violência no Maranhão. Voltando à estatística, como média, nada mal. O Brasil é a mega-sena ao contrário.

Os Sarneys nos conduzem aos rolezinhos nos shoppings, curioso e inexplicável fenômeno de massa contemporâneo. Pode-se juntar uns dez especialistas em generalidades da Globo News por três horas e não vai se chegar à conclusão alguma.

Posso enfileirar obviedades: trata-se de um fenômeno de massa, organizado através das redes sociais. Não possui nenhuma liderança identificável, não contém nenhuma reivindicação explícita, mas traz conflito, tensão dramática, pathos, como diziam os gregos. Pode não ser evidente, mas há um conflito. Existem protagonistas e antagonistas. De um lado os frequentadores/consumidores dos shoppings centers e, do outro lado, em bando,  jovens, vestidos à moda fashion dos shoppings, passeando, querendo (mas não podendo) “consumir” tudo aquilo que os shoppings têm a oferecer.

Pelo que pude apurar, pelo menos em bando, os pobres não podem frequentar os shoppings. Peraí! Mas não é isso mesmo que os shoppings querem quando inventam suas “liquidações malucas do lápis vermelho”? E se for um rolezinho de peruas usando grifes? Pode?

Na realidade embaçada surge o contorno de algumas coisas não tão óbvias. Existe um conflito de classe no país tendo o “consumo” como pano de fundo. Uma inversão de valores onde o “ser” social só existe se vier junto com o “possuir”, e principalmente o “ostentar”, e mais ainda: “eu tenho e você não tem”. Vejam as propagandas do governo dizendo “Comprem!”, “Comprem!”, “Endividem-se!”, “Endividem-se!”. Nunca vi reclame governista do PT dizendo estudem, poupem, preparem-se para o futuro. Na ideologia (?) petista, o cidadão só existe e se justifica pela sua capacidade de consumir bens materiais agora. É essa a civilização brasileira que o PT e seus capangas pretendem construir? Como é que o Lula explica isso? E a Roseana Sarney? Já sei! As pessoas estão mais ricas… Ricas de quê?

Sugiro às redes sociais que o próximo rolezinho de shopping seja em São Luiz do Maranhão.

E tenho dito.

17 Comentários

  1. gloria dias   •  

    Não costumo de acompanhar muito pois te acho muito chato. Mas, gostaria de saber sua opinião sobre a privataria tucana, sobre o escândalo do metrô de SP, sobre o Daniel Dantas. Por que vc só bate no PT ô chato!

    • Marcelo Madureira   •     Author

      Porque sou oposição ao governo, Glória. Sou oposição a qualquer governo que faça coisas que julgue não sejam do interesse de nós , brasileiros.
      Agora, me diz uma coisa: qualquer um que discorda de você se torna um chato ? Nossa, Glória, que pobreza de espírito…eu não acho você chata! Bj MM

      • Sergio Lima   •  

        Sensacional. Madureira a laiá…

    • Victor   •  

      Eu vou ter que concordar com a Glória. Tudo bem que o Governo do PT pode ser criticado em vários aspectos, mas não acho que se fôssemos governados pelo PSDB ou outro partido de direita, estaríamos muito melhor do que já estamos. Na verdade, Dilma não está governando nada diferente do que Serra governaria se tivesse sido eleito. Quanto ao fato do Marcelo ser chato, isso todo mundo já sabe. Mas o cara é gente boa e também é engraçado, vai, Glória…

  2. marcelo santana   •  

    A moça morreu na Praia da Enseada, que fica em Guarujá, cidade próxima de Santos.
    Tudo que é perto de Santos vira Santos.

    Muito bom seu texto, uma verdade que incomoda

  3. João   •  

    Marcelo, já viu rolezinho em uma biblioteca, pra doar sangue ? Tá certo que a garotada tem que se divertir, mas lembro quando eu era adolescente, sentava a bunda na cadeira e estudava. Diversão? só nos finais de semana.

    Essa cultura do coitadismo vai levar o país a falência. Se esses jovens hoje não tem dinheiro, que sentem a bunda na cadeira, estudem, estudem, estudem. Nada vem de graça.

    Muito fácil ficar o dia todo fumando maconha, falando errado, namorando, e quando chegar aos 20 anos sem nenhuma instrução, foda-se, alguém vai me sustentar.

    Que país que queremos? Lembrando que a Coréia do Sul tinha tão pouca educação, como nós, mas em 30 anos houve uma revolução por lá, cultural.

    Entendeu, nossa cultura é ruim, cultura do coitadismo, cultura de quem é rico não merece a riqueza que tem. Ninguém se dá conta que se tem alguém rico hoje, certamente ele sacrificou horas de lazer pensando no futuro.

    Como tu disseste: tem gente que poupa dinheiro hoje, pensando no futuro. Tem gente, fazendo uma analogia, que se diverte hoje, e comprote seu futuro e do país lá adiante.

    Abraço

    • Alexandre Rocha   •  

      João muito bom seus comentários, chega de assistencialismo definitivo, podemos atender por tempo determinado o assistido (cesta básica etc..), ai a pessoa tem um respiro e depois corre atrás, estuda, trabalha e conquista seu lugar no planeta! Mamar na Vaca tem bastante ximfrim no mundo queremdo!

  4. Antonio   •  

    Prezado Madureira,

    Entendo que você se equivoca ao comparar o “rolezinho” com a ida de “peruas” em grupo aos shopping centers. Isto porque não se deve perder de vista que os shopping centers são estabelecimentos privados, a despeito de abertos ao público, e destinados ao comércio de bens e serviços. Ora, sabe-se que os “rolezinhos” envolvem até milhares de pessoas e que não estão indo aos shoppings para consumir, mas sim para, na melhor das hipóteses, gerar algazarras que incomodam os demais frequentadores e comerciantes que lá estão. No caso das “peruas”, obviamente que estariam em menor quantidade e seriam muito mais potenciais consumidores que os outros. Só isso já justificaria o tratamento diferenciado, tendo em vista, volto a dizer, que os shopping centers existem para vender.

    Na pior das hipóteses, os “rolezinhos” têm gerado crimes contra frequentadores e comerciantes, o que deve ser evitado pelos donos dos shoppings. Já as “peruas”, a princípio não podem ser vistas como potenciais criminosas, embora possam sê-lo, o que justifica do mesmo modo que tenham um tratamento distinto, até prova em contrário.

    De mais a mais, os pobres e negros não são impedidos de adentrar os shoppings em outras circunstâncias, o que invalida a acusação de discriminação.

    No mais, concordo com o blogueiro.

    Atenciosamente,

    Antonio

  5. Rogério   •  

    Parabéns pela coragem, Marcelo.
    Excelente texto. E não ligue para os esquerdistas que lhe atirarem pedras. Esse pessoal do PT, ao invés de tentarem corrigir seus próprios erros (que são gritantes), só sabem apontar o dedo para os outros. São ignorantes manipulados ou espertalhões mal-intencionados. Não há uma terceira opção para essa gente.
    E há muita gente boa que não te acha chato neste Brasil. Estamos contigo!

  6. aldo soares   •  

    O PT, com uma caneta e seu populismo barato deformou a pirâmide social. Vangloriam-se de ter alçado milhões de miseráveis à classe média [ que a” filósofa” odeia] e que agora esse povão todo acha que o governo faz milagre na multiplicação do pão ; estudar pra quê! querem subir mais um degrau da escada e sem estudar; só na rede não dá. E agora mestre!

  7. Mario Wilson   •  

    Parabéns pelo comentário, João!

  8. aldo soares   •  

    Ô! Madureira, sua rapaziada está fazendo falta na TV. Os políticos estão à pampa, jogando solto; aquece o time e entra em campo e, traz seu Creisson, pra ensinar esses candidatos do ENEM como se destrincha um redação. É sério! o humorismo está sumindo na Tv; se malhar político então….

  9. Karla Torres   •  

    Acredita que tem rolezinho marcado na Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro) para o dia 20/01? Verdade que não tem muita adesão…

  10. O fato é que…. a evolução tecnológica está ai, cada vez mais presente na vida de todos. Esse negócio de que a Mídia é centralizada vai acabar e aos poucos está acabando, a própria TV Aberta e até TV a cabo vão acabar. Telefonia celular, pagar por ligações e mensagens tudo isso tem seu tempo esgotando.

    A verdade é que ninguém mais quer receber uma programação e seguir ela (como é o caso das atuais Tvs). O futuro é que TODOS irão ver o que querem, quando quiserem (vide youtube). Buscar a notícia quando querem e como quiserem… e exatamente a mesma coisa com a informação. Se você quer descobrir a fundo sobre algo… basta apenas digitar uma frase num buscador e vai encontrar, não vai precisar da mídia enrustida e manipulada para acreditar em algo.

    Eu sinto e tenho certeza… que o Brasil aqui a uns 60 anos…. não terá mais corrupção. Porque tudo será descoberto em tempo real….como já é hoje…. qualquer deslize de um político cai nas redes sociais e em minutos o Brasil inteiro sabe.

    O problema é todos os Brasileiros terem acesso a internet…..e essas novas gerações farão total diferença no futuro político/social brasileiro.

  11. Jorge   •  

    É muito triste assistir o que estes demagogos do PT vêm fazendo:
    – com a juventude quando apresentam como caminho para o progresso social a reinvidicação ao invés do trabalho e do estudo.
    – com estas moças que são estimuladas a engravidar para obterem o suporte de programas sociais que induzem à vadiagem, tornando-as parias da sociedade com o rótulo de excluídas e de fato matrizes de bandidos. Diga-se de passagem que o feminismo cínico de uma Martha Medeiros leva as nossas melhores fêmeas a delegarem a elas a formação da sociedade futura porque se negam a procriar.
    – se somarmos a isso o enfraquecimento da Lei da Anistia pretendido por esta mulherzinha da Comissão da Verdade que parece não saber que foi o instrumento da anistia, sempre respeitado ao longo da nossa história, que evitou grande derramamento de sangue uma vez que o revolucionario lutaria até a morte ciente que ela resultaria de qualquer forma se cedesse.
    Que herança maldita de sangue e de criminosos estamos deixando para os nossos descendentes!

  12. sax em dia dias   •  

    O Madurera, se vc ainda esta em Portugal deve ter se esbarrado com a comitiva pinóquio da gerentona, que fizeram uma parada “estratégica” além mar, antes do encontro de dinossauros & fracassados em Cuba…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *