Antissemitismo nos dias que correm!

O antissemitismo em estado cru, aquele dos Protocolos dos Sábios do Sião, sobrevive nos subterrâneos, quase clandestinos, mas seus axiomas formam um texto oculto de uma versão repaginada, publicável, da aversão dos judeus. “Israel é aberração; os judeus, não” – título da coluna do Ricardo Melo (28/7) sintetiza essa versão, que escolhe não dizer o seu nome. (leia mais aqui)

 

 

4 Comentários

  1. Morris Abadi   •  

    O autor desta “charge” é um ignorante. Sequer merece este comentário. Mas já que foi, foi.

  2. Alemao   •  

    Madureira além de ser chato pra casseta, vc levanta nesse blog de araque a questão ódio aos judeus. Vcs judeus pensam que enganam tudo mundo. Sabemos que vcs são muito bons atores mas esta caracteristica vcs desenvolveram justamente para enganar a todos, mas isso não durou muito, pois o mundo sabe muito bem que vcs jogam sujo, defendem uns aos outros impiedosamente em detrimento dos não judeus, sempre sendo injustos e não dando chance alguma as pessoas crescerem. O ódio não vem do nada, é preciso acendê-lo , motivos para tal. Falar de Israel e Palestina é chover no molhado, pois o mundo esta estarrecido em ver a covardia cometida por israel, mas nossos ” puxa sacos semitas”, tanto na , politica quanto na midia, insistem em botar panos quentes nessas patifarias. Outra coisa, chega de lembrar da Segunda Guerra, porque voces na verdade querem a condenação eterna dos Alemães e dos não judeus que se omitiram. E como não se omitir se Hitler mataria qualquer um que se mostrasse contra suas loucuras. Outra coisa, para o povo judeu e seus descendentes a guerra continua viva e rende assunto, mas a geração de agora sabe pouco sobre a guerra e os alemães da época quase já não existem mais. O mundo sabe, mas que tem.xxx.. tem medo, como dizia George Orwell, cuidado com o grande irmão.

    Outra coisa, chega de colocar essas “minas brasileiras ” no BBBrother, ponha algumas judias pra gente ver.
    Falô Bial. stein.

    Em tempo, tenho dois amigos judeus, e por incrível que pareça ambos são contra os ataques que acontece entre Israel e Palestina, sei lá, as vezes penso que eles estão representando, mas isso é outra estória.

    Shalá- ou alaon- os shalon ala baba vai te catar sei lá. Não apela madureira

  3. Israel foi fatiada no mapa sem qualquer discernimento ou diplomacia, eu não me identifico com as religiões árabes, mas não há porque inseminar o ódio a sua etnia, conheci palestinos extremamente bacanas, gosto da gastronomia deles, e admiro a coragem deles, e ao mesmo não da para concordar com o terrorismo impregnado na cultura deles. Os judeus são motivos de inveja extrema há centenas de anos como afirma Demétrio, será que não há uma coincidência deles estarem em postos de extremo poder nas sociedades, a união comercial deles e visão de negócios os fizeram grandes chefes de indústrias, varejos, redes de mídia são incontáveis milionários e bilionários, fazem a burguesia parecer uma plebe, mas não se engane pois desde a 2º Guerra existem judeus que escolheram the path of greed, se corrompendo a prejudicar seu próprio povo, fatos da sociedade na história. Absolutamente qualquer religião e povo têm seus podres, eu diria que até os ataques de 11 de setembro são um exemplo disso, existem documentos mostrando a lucratividade que a família Bush e seus aliados obtiveram com a queda da ditadura, petrolíferas do Texas/EUA deram um skyrocket rise. Resumindo está na história da China ou no Brasil, impossível generalizar.

Deixe uma resposta para Mateus Abreu Almeida Prado Couto Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *