AMANHÃ SERÁ UM NOVO DIA

nancy-&-janice-at-sunrise

Perdemos. A imensa sombra de um bode preto paira sobre as nossas cabeças. Nunca estivemos tão perto da vitória, uma diferença ínfima de 3,38%, ou seja, uma diferença de 3,4 milhões de votos num universo de 142 milhões de eleitores. Aí eu pergunto ao ex-presidente em exercício, Lula da Silva: que elite branca golpista é esta que concede mais de 51 milhões de votos ao candidato Aécio Neves?

Desde as manifestações do ano passado, não via tanta gente, um monte de jovens, engajada na campanha, interessada na política. E isso é bom para a nossa Democracia.

Hoje é o dia de cada um juntar os seus “cacos” pessoais, a sua decepção e, até mesmo, a desesperança. Mas juntando os nossos cacos significa que ficamos mais unidos, mais fortes e mais solidários. Fiquem certos que hoje temos no Brasil, sob a liderança de Aécio Neves, uma oposição. E nós somos essa oposição. Saímos muito mais fortes do que entramos nestas eleições de 2014. Perdemos, é verdade, mas continuamos atentos. “O preço da Liberdade é a eterna vigilância”, já nos ensinou Thomas Jefferson.

A democracia não existe na unanimidade, muito pelo contrário. Mas espiando os nossos adversários e a geografia das urnas, percebemos que o PT virou uma espécie de ARENA dos regimes militares. Arrebanha os seus votos nos distantes grotões do país e nos estados da federação onde faz os mais pobres de reféns de sua demagogia e clientelismo. Não foi à toa que o PT se aliou a Paulo Maluf, Renan Calheiros, Collor de Mello, Jader Barbalho e José Sarney, todos representantes do coronelismo mais atrasado e reacionário do Brasil. Também nesta campanha presidencial de 2014, o ex-presidente Lula da Silva, mais uma vez, mostrou o seu caráter velhaco. A História há de lhe fazer justiça.

As políticas sociais de inclusão não são invenção nem propriedade do PT. As políticas de inclusão são políticas de Estado e estão na Constituição Brasileira de 1988, a nossa Constituição Cidadã que, por sinal, o PT recusou-se a assinar.

Por ironia do destino, Dilma Rousseff vai deixar para si mesma uma verdadeira herança maldita. Como consequência de seu primeiro governo, eficientíssimo, os próximos anos serão difíceis e as mentiras de campanha terão perna curta.

Enormes desafios, dificuldades e sacrifícios nos aguardam, mas não temos medo, muito pelo contrário, só aumentam a nossa determinação, a nossa têmpera e a nossa coragem.

Hoje é a manhã de um novo dia. A vida continua e nós continuamos vivos. O nosso compromisso é com o futuro. Desistir jamais!

E tenho dito.

35 Comentários

  1. Edson Basilio   •  

    O PT se recusou a assinar a Constituição? Essa é a lista de todos os que assinaram (está no final do texto da Constituição) onde constam os nomes de Aécio Neves e Luiz Inácio Lula da Silva:

    Ulysses Guimarães , Presidente – Mauro Benevides , 1.º Vice-Presidente – Jorge Arbage , 2.º Vice-Presidente – Marcelo Cordeiro , 1.º Secretário – Mário Maia , 2.º Secretário – Arnaldo Faria de Sá , 3.º Secretário – Benedita da Silva , 1.º Suplente de Secretário – Luiz Soyer , 2.º Suplente de Secretário – Sotero Cunha , 3.º Suplente de Secretário – Bernardo Cabral , Relator Geral – Adolfo Oliveira , Relator Adjunto – Antônio Carlos Konder Reis , Relator Adjunto – José Fogaça , Relator Adjunto – Abigail Feitosa – Acival Gomes – Adauto Pereira – Ademir Andrade – Adhemar de Barros Filho – Adroaldo Streck – Adylson Motta – Aécio de Borba – Aécio Neves – Affonso Camargo – Afif Domingos – Afonso Arinos – Afonso Sancho – Agassiz Almeida – Agripino de Oliveira Lima – Airton Cordeiro – Airton Sandoval – Alarico Abib – Albano Franco – Albérico Cordeiro – Albérico Filho – Alceni Guerra – Alcides Saldanha – Aldo Arantes – Alércio Dias – Alexandre Costa – Alexandre Puzyna – Alfredo Campos – Almir Gabriel – Aloisio Vasconcelos – Aloysio Chaves – Aloysio Teixeira – Aluizio Bezerra – Aluízio Campos – Álvaro Antônio – Álvaro Pacheco – Álvaro Valle – Alysson Paulinelli – Amaral Netto – Amaury Müller – Amilcar Moreira – Ângelo Magalhães – Anna Maria Rattes – Annibal Barcellos – Antero de Barros – Antônio Câmara – Antônio Carlos Franco – Antonio Carlos Mendes Thame – Antônio de Jesus – Antonio Ferreira – Antonio Gaspar – Antonio Mariz – Antonio Perosa – Antônio Salim Curiati – Antonio Ueno – Arnaldo Martins – Arnaldo Moraes – Arnaldo Prieto – Arnold Fioravante – Arolde de Oliveira – Artenir Werner – Artur da Távola – Asdrubal Bentes – Assis Canuto – Átila Lira – Augusto Carvalho – Áureo Mello – Basílio Villani – Benedicto Monteiro – Benito Gama – Beth Azize – Bezerra de Melo – Bocayuva Cunha – Bonifácio de Andrada – Bosco França – Brandão Monteiro – Caio Pompeu – Carlos Alberto – Carlos Alberto Caó – Carlos Benevides – Carlos Cardinal – Carlos Chiarelli – Carlos Cotta – Carlos De’Carli – Carlos Mosconi – Carlos Sant’Anna – Carlos Vinagre – Carlos Virgílio – Carrel Benevides – Cássio Cunha Lima – Célio de Castro – Celso Dourado – César Cals Neto – César Maia – Chagas Duarte – Chagas Neto – Chagas Rodrigues – Chico Humberto – Christóvam Chiaradia – Cid Carvalho – Cid Sabóia de Carvalho – Cláudio Ávila – Cleonâncio Fonseca – Costa Ferreira – Cristina Tavares – Cunha Bueno – Dálton Canabrava – Darcy Deitos – Darcy Pozza – Daso Coimbra – Davi Alves Silva – Del Bosco Amaral – Delfim Netto – Délio Braz – Denisar Arneiro – Dionisio Dal Prá – Dionísio Hage – Dirce Tutu Quadros – Dirceu Carneiro – Divaldo Suruagy – Djenal Gonçalves – Domingos Juvenil – Domingos Leonelli – Doreto Campanari – Edésio Frias – Edison Lobão – Edivaldo Motta – Edme Tavares – Edmilson Valentim – Eduardo Bonfim – Eduardo Jorge – Eduardo Moreira – Egídio Ferreira Lima – Elias Murad – Eliel Rodrigues – Eliézer Moreira – Enoc Vieira – Eraldo Tinoco – Eraldo Trindade – Erico Pegoraro – Ervin Bonkoski – Etevaldo Nogueira – Euclides Scalco – Eunice Michiles – Evaldo Gonçalves – Expedito Machado – Ézio Ferreira – Fábio Feldmann – Fábio Raunheitti – Farabulini Júnior – Fausto Fernandes – Fausto Rocha – Felipe Mendes – Feres Nader – Fernando Bezerra Coelho – Fernando Cunha – Fernando Gasparian – Fernando Gomes – Fernando Henrique Cardoso – Fernando Lyra – Fernando Santana – Fernando Velasco – Firmo de Castro – Flavio Palmier da Veiga – Flávio Rocha – Florestan Fernandes – Floriceno Paixão – França Teixeira – Francisco Amaral – Francisco Benjamim – Francisco Carneiro – Francisco Coelho – Francisco Diógenes – Francisco Dornelles – Francisco Küster – Francisco Pinto – Francisco Rollemberg – Francisco Rossi – Francisco Sales – Furtado Leite – Gabriel Guerreiro – Gandi Jamil – Gastone Righi – Genebaldo Correia – Genésio Bernardino – Geovani Borges – Geraldo Alckmin Filho – Geraldo Bulhões – Geraldo Campos – Geraldo Fleming – Geraldo Melo – Gerson Camata – Gerson Marcondes – Gerson Peres – Gidel Dantas – Gil César – Gilson Machado – Gonzaga Patriota – Guilherme Palmeira – Gumercindo Milhomem – Gustavo de Faria – Harlan Gadelha – Haroldo Lima – Haroldo Sabóia – Hélio Costa – Hélio Duque – Hélio Manhães – Hélio Rosas – Henrique Córdova – Henrique Eduardo Alves – Heráclito Fortes – Hermes Zaneti – Hilário Braun – Homero Santos – Humberto Lucena – Humberto Souto – Iberê Ferreira – Ibsen Pinheiro – Inocêncio Oliveira – Irajá Rodrigues – Iram Saraiva – Irapuan Costa Júnior – Irma Passoni – Ismael Wanderley – Israel Pinheiro – Itamar Franco – Ivo Cersósimo – Ivo Lech – Ivo Mainardi – Ivo Vanderlinde – Jacy Scanagatta – Jairo Azi – Jairo Carneiro – Jalles Fontoura – Jamil Haddad – Jarbas Passarinho – Jayme Paliarin – Jayme Santana – Jesualdo Cavalcanti – Jesus Tajra – Joaci Góes – João Agripino – João Alves – João Calmon – João Carlos Bacelar – João Castelo – João Cunha – João da Mata – João de Deus Antunes – João Herrmann Neto – João Lobo – João Machado Rollemberg – João Menezes – João Natal – João Paulo – João Rezek – Joaquim Bevilácqua – Joaquim Francisco – Joaquim Hayckel – Joaquim Sucena – Jofran Frejat – Jonas Pinheiro – Jonival Lucas – Jorge Bornhausen – Jorge Hage – Jorge Leite – Jorge Uequed – Jorge Vianna – José Agripino – José Camargo – José Carlos Coutinho – José Carlos Grecco – José Carlos Martinez – José Carlos Sabóia – José Carlos Vasconcelos – José Costa – José da Conceição – José Dutra – José Egreja – José Elias – José Fernandes – José Freire – José Genoíno – José Geraldo – José Guedes – José Ignácio Ferreira – José Jorge – José Lins – José Lourenço – José Luiz de Sá – José Luiz Maia – José Maranhão – José Maria Eymael – José Maurício – José Melo – José Mendonça Bezerra – José Moura – José Paulo Bisol – José Queiroz – José Richa – José Santana de Vasconcellos – José Serra – José Tavares – José Teixeira – José Thomaz Nonô – José Tinoco – José Ulísses de Oliveira – José Viana – José Yunes – Jovanni Masini – Juarez Antunes – Júlio Campos – Júlio Costamilan – Jutahy Júnior – Jutahy Magalhães – Koyu Iha – Lael Varella – Lavoisier Maia – Leite Chaves – Lélio Souza – Leopoldo Peres – Leur Lomanto – Levy Dias – Lézio Sathler – Lídice da Mata – Louremberg Nunes Rocha – Lourival Baptista – Lúcia Braga – Lúcia Vânia – Lúcio Alcântara – Luís Eduardo – Luís Roberto Ponte – Luiz Alberto Rodrigues – Luiz Freire – Luiz Gushiken – Luiz Henrique – Luiz Inácio Lula da Silva – Luiz Leal – Luiz Marques – Luiz Salomão – Luiz Viana – Luiz Viana Neto – Lysâneas Maciel – Maguito Vilela – Maluly Neto – Manoel Castro – Manoel Moreira – Manoel Ribeiro – Mansueto de Lavor – Manuel Viana – Márcia Kubitschek – Márcio Braga – Márcio Lacerda – Marco Maciel – Marcondes Gadelha – Marcos Lima – Marcos Queiroz – Maria de Lourdes Abadia – Maria Lúcia – Mário Assad – Mário Covas – Mário de Oliveira – Mário Lima – Marluce Pinto – Matheus Iensen – Mattos Leão – Maurício Campos – Maurício Correa – Maurício Fruet – Maurício Nasser – Maurício Pádua – Maurílio Ferreira Lima – Mauro Borges – Mauro Campos – Mauro Miranda – Mauro Sampaio – Max Rosenmann – Meira Filho – Melo Freire – Mello Reis – Mendes Botelho – Mendes Canale – Mendes Ribeiro – Messias Góis – Messias Soares – Michel Temer – Milton Barbosa – Milton Lima – Milton Reis – Miraldo Gomes – Miro Teixeira – Moema São Thiago – Moysés Pimentel – Mozarildo Cavalcanti – Mussa Demes – Myrian Portella – Nabor Júnior – Naphtali Alves de Souza – Narciso Mendes – Nelson Aguiar – Nelson Carneiro – Nelson Jobim – Nelson Sabrá – Nelson Seixas – Nelson Wedekin – Nelton Friedrich – Nestor Duarte – Ney Maranhão – Nilso Sguarezi – Nilson Gibson – Nion Albernaz – Noel de Carvalho – Nyder Barbosa – Octávio Elísio – Odacir Soares – Olavo Pires – Olívio Dutra – Onofre Corrêa – Orlando Bezerra – Orlando Pacheco – Oscar Corrêa – Osmar Leitão – Osmir Lima – Osmundo Rebouças – Osvaldo Bender – Osvaldo Coelho – Osvaldo Macedo – Osvaldo Sobrinho – Oswaldo Almeida – Oswaldo Trevisan – Ottomar Pinto – Paes de Andrade – Paes Landim – Paulo Delgado – Paulo Macarini – Paulo Marques – Paulo Mincarone – Paulo Paim – Paulo Pimentel – Paulo Ramos – Paulo Roberto – Paulo Roberto Cunha – Paulo Silva – Paulo Zarzur – Pedro Canedo – Pedro Ceolin – Percival Muniz – Pimenta da Veiga – Plínio Arruda Sampaio – Plínio Martins – Pompeu de Sousa – Rachid Saldanha Derzi – Raimundo Bezerra – Raimundo Lira – Raimundo Rezende – Raquel Cândido – Raquel Capiberibe – Raul Belém – Raul Ferraz – Renan Calheiros – Renato Bernardi – Renato Johnsson – Renato Vianna – Ricardo Fiuza – Ricardo Izar – Rita Camata – Rita Furtado – Roberto Augusto – Roberto Balestra – Roberto Brant – Roberto Campos – Roberto D’Ávila – Roberto Freire – Roberto Jefferson – Roberto Rollemberg – Roberto Torres – Roberto Vital – Robson Marinho – Rodrigues Palma – Ronaldo Aragão – Ronaldo Carvalho – Ronaldo Cezar Coelho – Ronan Tito – Ronaro Corrêa – Rosa Prata – Rose de Freitas – Rospide Netto – Rubem Branquinho – Rubem Medina – Ruben Figueiró – Ruberval Pilotto – Ruy Bacelar – Ruy Nedel – Sadie Hauache – Salatiel Carvalho – Samir Achôa – Sandra Cavalcanti – Santinho Furtado – Sarney Filho – Saulo Queiroz – Sérgio Brito – Sérgio Spada – Sérgio Werneck – Severo Gomes – Sigmaringa Seixas – Sílvio Abreu – Simão Sessim – Siqueira Campos – Sólon Borges dos Reis – Stélio Dias – Tadeu França – Telmo Kirst – Teotonio Vilela Filho – Theodoro Mendes – Tito Costa – Ubiratan Aguiar – Ubiratan Spinelli – Uldurico Pinto – Valmir Campelo – Valter Pereira – Vasco Alves – Vicente Bogo – Victor Faccioni – Victor Fontana – Victor Trovão – Vieira da Silva – Vilson Souza – Vingt Rosado – Vinicius Cansanção – Virgildásio de Senna – Virgílio Galassi – Virgílio Guimarães – Vitor Buaiz – Vivaldo Barbosa – Vladimir Palmeira – Wagner Lago – Waldec Ornélas – Waldyr Pugliesi – Walmor de Luca – Wilma Maia – Wilson Campos – Wilson Martins – Ziza Valadares.

    Participantes: Álvaro Dias – Antônio Britto – Bete Mendes – Borges da Silveira – Cardoso Alves – Edivaldo Holanda – Expedito Júnior – Fadah Gattass – Francisco Dias – Geovah Amarante – Hélio Gueiros – Horácio Ferraz – Hugo Napoleão – Iturival Nascimento – Ivan Bonato – Jorge Medauar – José Mendonça de Morais – Leopoldo Bessone – Marcelo Miranda – Mauro Fecury – Neuto de Conto – Nivaldo Machado – Oswaldo Lima Filho – Paulo Almada – Prisco Viana – Ralph Biasi – Rosário Congro Neto – Sérgio Naya – Tidei de Lima.

    In Memoriam: Alair Ferreira – Antônio Farias – Fábio Lucena – Norberto Schwantes – Virgílio Távora.

  2. jorge pires   •  

    Não estou preocupado com o segundo mandato da dilma. O que presencio no ar é um processo de impeachment que virá logo que o supremo receba os despachos de Curitiba. O doleiro tem muito ainda a dizer, mas o que já disse é suficiente para impedir a dilma. O Temer sabe de tudo e certamente vai dar uma ajudinha para tirar a presidenta e se apossar do cargo. É bem do pmdb essa atitude. Vamos aguardar porque dias emocionantes virão.

    • Estela Dapper   •  

      Espero que o nosso governador eleito em primeiro turno, Beto Richa, esteja protegendo bem o cara que é o maior pesadelo dos petralhas. E os petralhas continuam sendo nosso maior pesadelo.Vamos em frente!!!!

  3. Neline Carlos   •  

    Minha cidadania agora tem outra prioridade: cuidar da democracia brasileira.

    • Joao Gomes   •  

      Carta de merda, igual a voces tucanos… SE FUDERAM!! VIVA CUBA!! VIVA FIDEL!!! CHUPA FHC!! CHUPA TUCANALHAS!!! Vai pro PRONATEC e arruma uma ocupacao!! VAMOS FUDER A VEJA!! FUDER ESSA MERDA!!

      • Elisa   •  

        João Gomes, por que você não vai comemorar sua vitória em vez de vir aqui destilar seu ódio?

      • reação   •  

        João, pq vc não vai dar um passeio em cuba e chupar a pica frouxa do Fidel?

  4. Luciane Lauffer   •  

    Obrigada pela lucidez, Marcelo. É triste ver que os brasileiros estão passando por uma lavagem cerebral… Engraçado ver o nome do ex-presidente na lista do primeiro comentário, já que naquele tempo ele era apenas L. I. da S.

  5. ney   •  

    Marcelo. Uma pergunta. O PMDB vai resistir a tentação e não apoiar uma CPI CONTRA A DILMA? Vai resistir a tentação de derrubá-la para TEMER assumir? Ou seja, ter um presidente do PMDB depois de 25 anos?Não é uma tentação para um partido vendido como o PMDB?

    • Joao Gomes   •  

      Isso ai, assuma seu golpe! Sao duas coisas importantes que não podemos deixar de registrar. Em primeiro lugar o Aecio não vai deixar de ir as festas pra fazer oposição, em segundo lugar: AECIO!!! Chupa MM! Chupa babacada do Leblon!!! Chupa paulistada!! Nem em MG ele ganhou!! Se fuderam!! Tomaram no cu!!! Por isso que depois que o Bussunda morreu essa merda do Casseta acabou… So ele tinha talento. O resto eh uma cambada de babaca sem graca que não presta pra porra nenhuma! PERDEU OTARIO!! E VAI PERDER DE NOVO!! POR MUITOS ANOS! BABACA!!! E VIVA CUBA!! E VIVA FIDEL!! FHC babaca!!

  6. Roberto Guedes   •  

    Concordo plenamente com você, realmente o PT virou uma nova Arena só falta agora uma nova ditadura implantada por eles.

  7. Alcir eduardo giorgiani   •  

    Caro Marcelo, li o texto e, por coicidencia ouvia “the sounds of silence”, sensacional! Nao serah um pequeno grupo perverso que nos dispersarah!

  8. Henrique   •  

    “Perdemos” é “muita gente”, como diria um amigo meu. Eu venci, porque votei em Dilma. E não apenas eu venci, mas penso que todos os brasileiros menos favorecidos também venceram. O projeto político do PT, nos últimos doze anos, tirou da linha de pobreza milhões e milhões de brasileiros. Inúmeros compatriotas ascenderam à classe média. Nosso país saiu do mapa da fome depois de muitos anos, e mereceu até congratulações formais da ONU por isso. Graças ao bolsa-família, programa tão criticado pela elite desse país, muitas crianças que sem ele estariam trabalhando para ajudar suas famílias, estão hoje nos bancos da escola, estudando. A “oposição” fez uma campanha feroz para atrelar o termo “corrupção” ao PT, como se corrupção fosse exclusividade de um partido político. Ora, não se esqueçam do mensalão do DEM. O problema no Brasil é que o eleitor defende seu candidato e seu partido com a mesma paixão com que defende seu time de futebol. E paixão não se coaduna com racionalidade. Os adeptos de Aécio simplesmente não conseguem enxergar tudo o que o governo do PT fez de bom nos últimos doze anos. Não adianta lhes mostrar, pois eles se fazem de “mister magoo”. É claro que todo governo tem suas falhas e mazelas. De novo, não é exclusividade de um partido político. Mas as estatísticas oficiais comprovam os méritos deste governo que o povo, mais uma vez, escolheu de forma legítima para representá-lo.

    • Celio   •  

      Henrique, votei no Aécio e, portanto, estou muito à vontade para avaliar seu texto. Parabéns pela defesa equilibrada de seu voto. O que nós, antipetistas, não concordamos é com os métodos utilizados pelo PT para ganhar as eleições. É lícito mentir tanto? É lícito acusar o outro daquilo que não falou? Aécio comprometeu-se a manter e aprimorar todos os programas de inclusão social do PT e o PT, de forma condenável, fez terrorismo contra. É justo isso? Outra coisa: a economia brasileira patina por causa das escolhas ideológicas erradas que o PT faz. Juntar-se à Venezuela e a Cuba é bom para o crescimento econômico do país. De onde sairão os recursos para financiar os programas sociais se o PT faz escolhas econômicas erradas, motivadas por uma ideologia jurássica?

    • André Candau   •  

      É Henrique, o problema é que as estatísticas oficiais são todas maquiadas e não representam a realidade, ou vc concorda que quem tem uma renda entre R$ 290,00 e R$ 1.020,00 é classe média, e que tem renda acima disso é rico, vc realmente acredita que o índice de desemprego está em 5%? Os métodos de medição são usados de forma a sempre favorecer o governo. Ex.: entram na estatística a população de 10 a 18 anos, nessa faixa de idade pouquíssimos procuram emprego, portanto não são considerados desempregados, ao mesmo tempo nessa faixa de idade muitos trabalham, nem que seja fazendo “bicos” e estes são considerados empregados. Esse é apenas um dos milagres do “pleno emprego”. E não se iluda, congratulações formais da ONU valem tanto quanto uma nota de R$ 3,00.

    • Gabriel   •  

      “E paixão não se coaduna com racionalidade. Os adeptos de Aécio simplesmente não conseguem enxergar tudo o que o governo do PT fez de bom nos últimos doze anos.”

      Vou usar suas palavras contra você. Da mesma forma, os petistas não conseguem enxergar uma mérito sequer nas conquistas anteriores. Eu votei no Aécio, e assim como meu candidato, reconheço a melhoria social do Governo do PT e boa condução econômica da equipe de Lula. No entanto, quero que você tenha a mesma honestidade intelectual de reconhecer a importância do plano Real. Tenho medo de pensar em como seria um governo do PT pegando o país com 900% de inflação. A equipe econômica da época votou contra o plano real, sendo que muitos foram defensores de planos esdrúxulos como o Cruzado. Me indigna ver mentira e dissimulação, pois fora da campanha eleitoral, Lula, Palloci e Dilma reconhecem toda a contribuição do plano e da LRF também. Tanto é o reconhecimento, que o pessoal do Lula manteve a mesma política econômica (tripé) durante todo seu mandato. Quero que tu consiga enxergar também, que além de coisas boas, nos 12 anos de governo o PT também fez coisas péssimas. Reconheço a expansão do acesso ás universidades, mas lamento muito que a educação básica pouco avançou. Todos concordamos que acesso a educação básica de qualidade para TODOS é a maior ferramenta para vencer a desigualdade, muito mais do que qualquer assistencialismo. E o mar de sujeira que veio a tona? Não sou ingênuo de achar que só o PT é corrupto, todos são, até o PSOL. No entanto, nunca se viu tanta denuncia. quantos ministros caíram por estes motivos? E o mensalão, e o Petrolão? Tu falas em racionalidade, como não achar que é paixão, alguém achar que um cara condenado pelo STF (composto em maioria por membros indicados pelo próprio partido) é um herói nacional e injustiçado? Se o PT é contra a corrupção, por que não expulsou sumariamente DIrceu e Genoíno? Tu falas que agora se investiga mais do que antes… Eu pergunto, porque o PT ao entrar no governo, não foi investigar o que aconteceu no passado? por que não foi revisar os contratos de privatização, porque não ofereceu denuncias e as fez serem julgadas novamente? Por que o PT só investiga o PT? Tu considera certa essa atitude destrambelhada de achar que o partido do governo é dono das instituições do estado (PF, MP…)? O PT combate pesadamente a corrupção, como me explicas os 8 anos de propinas da petrobrás? Os órgãos que a dona governanta diz mandar investigar com mão de ferro, nunca perceberam nada? Como tu explicas a nossa “presidenta” ser Ministra das minas e Energia e depois presidente do Conselho da Petrobrás ao longo do período das sacanagens e dos terríveis negócios em Pasadena, bem como a os superfaturamentos em usinas construídas? Esta claro agora, e será provado que a Petrobras foi a maior fonte de caixa 2 do partido durante esses últimos anos. Quanto aos menos favorecidos, eu entendo o voto de gratidão no PT. Afinal o PT teve a sabedoria de unificar e expandir os benefícios que melhoraram significativamente a vida daquele povo. Mas cabe aqui honestidade intelectual também de admitir que antes do PT já existiam programas sociais, que o a estabilização da economia contribuiu para todos e mais ainda para o pobre. Além disso, admitir que o atual cenário de Estagflação prejudica sim os menos favorecidos. E se continuar assim, continuará prejudicando e possivelmente comprometa de de bom que foi feito.

      • Henrique   •  

        Célio, também não me agrada ver uma campanha eleitoral em tom beligerante. Mas quem presenciou os debates viu perfeitamente que os ataques e distorções partiram de ambos os lados. O tom propositivo foi deixado de lado, mais ainda no segundo turno. Infelizmente, essa é a mentalidade dos marqueteiros, tanto de PSDB quanto do PT. Dilma, em alguns momentos, até tentou apresentar propostas nos debates, mas Aécio sempre a atacava, especialmente com referências contínuas à Petrobras.
        André, concordo com você que alguns números podem ser maquiados, sim. Mas é aquela coisa do “aumento, mas não invento”. É inegável que muitas famílias realmente melhoraram de vida: alimentam-se melhor, vestem-se melhor, têm computadores em casa e acesso à internet, enfim, estão plenamente integradas à sociedade do consumo. Hoje, por exemplo, vemos pessoas de classe média-baixa tendo acesso à universidade, coisa que, quinze anos atrás, víamos em proporções muito menores que as de hoje.
        Gabriel, reconheço perfeitamente a importância do Plano Real, que nasceu no Governo Itamar Franco. No entanto, não vou ser hipócrita em negar que foi no Governo FHC que ele efetivamente se consolidou. No entanto, Lula teve o mérito de dar continuidade a uma política econômica que deu certo. Agora, você diz que antes do PT já existiam programas sociais. É verdade, mas não dá pra comparar a extensão desses programas de outrora com os atuais. O montante gasto pelo governo atual é muito maior, assim como o próprio universo dos beneficiados.
        Você também pergunta por que Dirceu e Genoíno não foram expulsos do partido. Olha, a grande verdade, que nem você e nem eu queremos ouvir, é a de que o julgamento do Mensalão foi um julgamento político (os ministros do STF, por mais que neguem a influência da opinião pública, acabaram cedendo à pressão da mídia pela condenação). Se nós examinarmos os autos do processo, veremos que nunca houve provas cabais da participação de Dirceu e Genoíno no esquema. Eles foram condenados com base em meros indícios (em outros processos alheios à atenção da mídia, talvez os réus fossem absolvidos), o que, juridicamente, é algo altamente controvertido. Minha opinião pessoal é a de que Dirceu e Genoíno tiveram, sim, alguma participação no esquema (acho que eu mesmo sucumbiria à pressão da mídia e acabaria condenando, se fosse um dos ministros), mas o fato é que a nossa Constituição diz que todos serão considerados inocentes até PROVA em contrário. E “prova”, no sentido técnico da palavra, não houve e não há, até hoje.
        Fala-se muito, também, em políticas equivocadas do Governo Dilma. Mas quais seriam elas, exatamente? Intervir na Petrobras e controlar os preços dos combustíveis, para evitar que a inflação dispare?! Não levar a cabo uma reforma trabalhista que só atenderia a interesses empresariais, eliminando garantias trabalhistas oriundas de décadas de intensas lutas sindicais?! Não realizar uma reforma tributária, quando Estados e Municípios simplesmente não prescindem de sua parte no bolo, querendo que apenas a União faça renúncias fiscais?! As coisas não são tão simples quanto parecem, e o próprio PSDB teria enorme dificuldade para implementar essas reformas.

        • Gabriel   •  

          Henrique, plano Real foi arquitetado no Itamar enquanto o Ministro da Fazenda era o FHC. Então o cara não só encabeçou como consolidou a ação mais importante da moderna Economia Brasileira. Você é um cara honesto e dá os méritos, a própria Dilma fora da campanha eleitoral já deu os méritos, no entanto segue aquela massa de militantes que realmente acredita nas mentiras e distorções contadas em campanha eleitoral. Os caras seguem achando que os governos anteriores não fizeram nada e que tudo de bom que existe no país é responsabilidade de Lula e do PT. Lembrando, dou todos os méritos ao Lula por ter mantido a política econômica, ter pedido auxílio ao “cozinheiro” Armínio Fraga e ter colocado no time Henrique Meirelles. Assim como dou todos os deméritos à Dilma por ter jogado no lixo as bases que sustentaram nosso equilíbrio macroeconômico por toda década.
          Quanto aos programas sociais, dou o mérito pelo PT ter expandido, assim como tem que se dar o mérito (mesmo que menor) pelo PSDB ter criado. Não dá pra ter a desonestidade intelectual de dizer que “nunca fizeram nada pelo pobre”.
          Não vou entrar no mérito de se a decisão o STJ foi técnica ou não, pois pouco sei deste assunto. No entanto, de fato o crime foi provado, e alguém deve ter cometido. Você, eu, o tribunal e toda a sociedade (menos os fanáticos petistas) acreditamos que estes sujeitos participaram na maracutaia. Sendo assim, um partido que quer passar uma imagem de combatente da corrupção, deveria sim, ter excluído sumariamente os envolvidos. Não há como acreditar na fala de “Tolerância zero a corrupção” da Presidente dessa maneira.
          Quanto as medidas erradas que tu citou: a) Com certeza, controlar preços no dedão não é de forma alguma benéfico para controlar inflação. O plano Cruzado que o diga. De uma forma ou outra, os custos acabaram aparecendo. Em economia dissemos que uma política errada sempre cobrará o seu preço no futuro. Petrobrás está ferrada, Eletrobras também e a inflação continua aí…b) Reforma trabalhista sim é um ponto que precisa de atenção. Brasil é o primeiro do mundo em custo trabalhista, complica o ambiente de negócios e diminui qualquer flexibilidade para ajustes. Quanto aos direitos….é muito bom realmente para os que tem, mas e os que não tem? Cerca de 40% do emprego é informal no país. Ou seja, 40% não possui os mesmo benefícios, pois é muito custoso assinar carteira. Então é 60% com direitos e 40% sem, como pode acharmos que uma situação dessas é boa? c) Concordo que reforma tributária é o tema mais complicado de se fazer, no entanto, todos concordamos que é essencial para o desenvolvimento do país. Foram 12 anos no poder e não foi feito. Se o PT acha muito complicado fazer coisas essenciais para o país e não faz, então que passe a bola para outro. Se deixou de fazer, tem que ser responsabilizado. E eu considero que os estados e municípios estão certos sim, a União centraliza demais os recursos, muitos estados estão quebrados (como o meu RS) e sim a união é quem tem que realizar a renuncia. Ao menos alguma medida de simplificação deveria ter sido feita, nem isso.
          O que eu vejo de bom que o PT fez (era Lula): Tirou pessoas da miséria, expandiu o acesso a universidades, criou escolas técnicas e manteve uma política econômica coesa. No entanto, coisas essenciais para o crescimento e desenvolvimento no longo prazo foram esquecidas, vou citar somente 2: melhoria substancial da educação básica e crescimento do % investimento/PIB. Sem isso, ficaremos sempre nesse voo da galinha.

      • Marola   •  

        Plano Real = programa do FMI adaptado as condições locais (sem menosprezar a engenhosidade ou o esforço dispendido nessa adaptação). Congelamento de salários, aumento dos impostos (medida que vcs hoje tanto reclamam), privatização indiscriminada de empresas estatais vendidas a preço vil (US$ 3 bi pela Vale é brincadeira, não?) tudo isso implementado de forma a n’ao afetar e manter intacto os ganhos dos usurários do deus “mercado”. A conta quem pagou foram os mais pobres com o aumento exponencial do desemprego e da violência que decorre da deterioração dos indicadores de bem estar. No que tange ao aumento das denúncias de corrupção, todos sabemos que durante o período em que o “príncipe” governou tudo era engavetado, não? Quanto ao chamado mensalão, há uma possibilidade concreta de que a justiça italiana torne a julgar Pizzolato pelos delitos pelos quais foi condenado, estou torcendo pra isso, porque eu acredito que vá ser a desmoralização completa da farsa tramada pelos meios de comunicação em conluio com a oposição sem voto. Vcs vão ser, assim espero, desmascarados. Antes de enveredar pelo caminho do criticismo leviano contra Dilma, acho bom vc se deter no exame do caso Alston, que graças ao aparelhamento do judiciário paulista (solicitação da justiça suiça engavetada por 3 anos por um procurador que deu uma desculpa esfarrapada de que tinha sido arquivado na pasta errada – tá sendo processado por isso, bem feito) não anda e os tucanos corruptos continuam TODOS SOLTOS. Quanto aos programas sociais, só uma resposta demole o seu argumento, escala é tudo, uma coisa é fazer programa social para inglês ver, outra é fazer na escala que o governo petista fez. http://tinyurl.com/I5majxd

  9. Paulo Veiga   •  

    Vc deveria comprar seu titulo do Clube Militar e, como os generais de pijama, aproveitar os momentos em que pra completar matérias irrelevantes os repórteres os procuram para comentar. Sabe o q foi melhor ontem? Ver esse exercito de paulistanos quatrocentoes racistas colocarem todos os seus preconceitos para fora em blogs, videos, facebook, etc. Sabemos agora o que voces pensam do resto de nos brasileiros: somos todos petistas, ou somos todo peraltas, apenas porque voces decidiram que nossa única opcao seria votar no candidato de voces! Nunca fui petista e não sou, votei em Dilma porque acredito que era uma candidata melhor. Simples assim. Democraticamente assim. Por causa disso eu agora sou patrulhado e obrigado a assistir voces, pela sua lógica, todos tucanos, a sugerir sabotagens porque não podem estar errados. Democracia não vale apenas para um lado não! Perderam, gastem seu tempo com colunas, neologismos, teses, o fato, no entanto, eh um soh: SE FUDERAM! Daqui a quatro anos eh outro jogo, seu grupo racista com seus videos e agressões hoje teria ainda menos votos. Perderam de novo e continuarão perdendo ate o próximo golpe! BABACA

  10. Jorge Luiz - SSA-BA   •  

    Prezado Paulo Veiga! concordo plenamente com seu “post”!

    Mas, parafraseando o MM, devemos ficar alertas e ficarmos vigilantes!
    Existe um grupo de maluquetes como a tal de “Vani R. Soares” que postou aqui o comentário logo acima, tentando fomentar uma conspiração!!
    São as “Olavettes” delirantes seguidoras do “Mestre” Olavo Carvalho!! eles querem anular a eleição!…
    O “Boana-Boana” e seus discípulos que escondem-se no Brasil eixo-sul e ficam amotinados na Radio Vox, (http://radiovox.org/) estão tramando a tomada do poder!!
    O Lobão é a mais nova “Olavette”!!! ele tb está querendo virar filósofo!

    O MM é “picolé de xuxú” perto destes lunáticos!Temos que ter cuidado com estes malucos! eles estão por aí desde os anos da ditadura, se envolveram no atentado do Rio Centro com o objetivo de abortar a abertura democrática e hoje estão novamente tentando “cutucar” os milicos….

  11.   •  

    é difícil ter otimismo, pensar na possibilidade de um futuro melhor: urnas fraudadas e sem comprovação de voto (Aécio teve mais votos, mas o que vale é a contagem), políticas bolivarianas… sei lá. Acho que pra mim o Brasil acabou.

  12. José Rodrigo   •  

    Quem incentivou o separatismo do Brasil foi o Lula. Alguns burros compraram a idéia e agora os militontos do PT dizem que ”a oposição perdeu e quer separatismo”. Haja desonestidade intelectual. Agora, Dilma e Lula vão pra cadeia pelas denúncias? Provavelmente não, mas o que importa é que eles tenham muita dor de cabeça e noites mal dormidas sonhando com Confissões de um doleiro de Brasília. Já o Aécio espero que ele continue em evidência e perca de vez o medo de enfrentar o PT. A corrida de 2018 já começou para o PT, que o PSDB não fique fazendo cu doce pra escolher e trabalhar com um candidato logo, e expô-lo como Lula fez com Dilma de 2006 a 2010. Álvaro Dias ou Aécio de novo? Que sejam rápidos!

  13. Fabio Mello   •  

    Parabéns Madureira, perdemos por bem pouco, mas não podemos ficar calados… Tenho pena desses petralhas que infestam teu site com ofensas, são mulheres de Malandro que apanham todo dia, mas continuam fiéis aos maridos…
    Vamos em frente amigo, PT pode comprar boa parte do Brasil, boa parte dos “artistas” desmiolados, mas não todos… Um dia esse barco afunda… É está bem próximo disso..

  14. isaldiva   •  

    Parabéns aos que aqui debatem com lucidez e educação. Cada um defende sua ideologia e isso é democrático. Perdemos sim e muito com a reeleição dessa Sra. e não foi o Nordeste que a elegeu foram os que não votaram, o Rio e Minas; e, Gabriel parabéns pela fala, disse tudo que eu gostaria de ter dito de forma brilhante.

  15. A mentira sociológica do PT contra o povo brasileiro é a pior característica desse abominável “partido” ou “facção”(na minha opinião e de outros 60 milhões que votaram contra esse governo – são os primogênitos do “pai da mentira” que todos vcs sabem quem é…) o efeito desordenado e confuso que gera na sagrada boa-fé da sociedade é de uma lógica perversa, a reserva mental que fazem de discursar e pregar uma idéia e sub-repticiamente fazer o oposto – aparelhando o Estado e manipulando informações – destrói a confiança pública e implode a boa-fé das pessoas de bem por dentro – mentir é criar um mundo fantasmático no interesse de uma causa primeira – no caso deles o COMUNISMO. É uma distorção da realidade que cria uma fenda entre a sociedade e o Estado, e esta desarmonia social atinge também o plano pessoal – o descrédito do Estado junto ao populacho -“eles rouba ma fazem(sic) né dotô, todo mundo roba mermo” – frase comum no Brasil ignaro – mina as bases de honestidade e transparência de uma sociedade pacífica consigo mesma – gera “divisões” – também característica diabólica- DIVIDIR – nós/eles, norte-nordeste/sudeste; pobre/rico etc.. a mentira sistemática e a divisão pelo ódio de classes e inveja social é contra tudo que a Igreja prega para o reino de Deus na terra e pior – no plano da existência humana gera um efeito replicante de despertar nas pessoas aquilo que elas tem de PIOR, a violência latente pela revolta que fica entranhada na alma contra a mentira, porque ela é uma doença patológica da alma que alçada a doutrina política de um partido que COMANDA O PAÌS termina por gerar efeitos devastadores internamente ao longo do tempo e externamente a manter-nos num terceiromundismo populista que o Brasil moderno não quer e não tolera. A hora é da resistência e da perseverança nos ideiais superiores contra este partido que não tem idéias nem alma – é um zumbi mumificado de uma doutrina morta que quer reproduzir-se aqui no nosso país, dantes uma nação feliz, hoje uma nação do medo e do terrorismo.
    A tática da política emotiva-hipotalâmica de instigar os instintos obscuros do homem contra a “burguesia” do capital x trabalho é tão estúpida que a cegueira ideológica dessa gente impede de ver que só existe TRABALHO PORQUE EXISTE CAPITAL! e nós estamos cada vez mais, por ignorância e omissão da nossa parte, contribuido para o triunfo dessa doutrina e, conseqüentemente o fim do Brasil comom nação livre e independente para voltar a ser uma colônia, não do “imperialismo burguês” mas do “imperialismo populista do comunismo” – é o começo do nosso fim – se não fizermos nada.

  16. Zelão   •  

    Aécio líder da oposição? O mesmo que abraçou o Lulécio em 2006, Dilmasia em 2010, se uniu com o PT pra eleger prefeito de BH em 2008? Belo líder de oposição, aquele que deita com os inimigos quando é pra proveito próprio e depois é pego “de surpresa” quando vira adversário, com acusações de que é traficante, bate em mulher, odeia pobre e nordestino, etc.

    Se o Brasil precisa de uma oposição forte, não pode ser um clone de “Lulinha Paz e Amor” e “Dilma mãezona” criado pelo marketing, açucarado, e assombrado pela falta de posições firmes, de propostas concretas, de traquejo político e anseios de liderar uma mudança. Ser jovem, ter boa aparência, fala agradável e jeitão descolado não são o suficiente se suas atitudes no passado e no presente não o qualifiquem a ser uma alternativa de mudança melhor do que a situação.

    O Brasil precisa de oposição de verdade, não os oportunistas PSDBobos em cima do muro e papagueando o nome de um escândalo de corrupção, achando que isso basta pra vencer eleição.

  17. Patricia Mendiondo   •  

    Gabriel, Celio e Henrique parabéns pelo debate de idéias sem ofensas pessoais e sem maniqueísmos e fanatismo. Ah se todos que aqui comentam fossem iguais a vocês, que maravilha seria…

  18. Edson Basilio   •  

    Bom, no seu texto, o Marcelo disse que não assinou.
    Quanto ao fato de ter votado contra, li o discurso e entendi que eles esperavam que o texto estivesse mais adequado aos anseios dos trabalhadores antes de o aprovarem por completo, acho que se houvessem feito um novo estudo dos pontos apontados e uma adequação do texto, eles aprovariam.
    Há outros pontos para se criticar, nesse acho que a crítica não foi feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *