NINGUÉM SEGURA O PT!!!!

O PT se supera! Depois do mensalão resolveram moralizar a roubalheira! Está no jornal de hoje: a empreiteira Galvão Engenharia pagou propina de 8,8 milhões, mas recebeu um recibo, nota fiscal pagando imposto e tudo! É espantoso! Na certa querem ajudar a aumentar a arrecadação e diminuir o déficit das contas públicas! Depois dizem que os portugueses é que são burros. Burro é quem defende o PT.

5 Comentários

  1. Luis Gustavo   •  

    Mais burro é quem, mesmo sem água como eu, defende Alkmin e o PSDB!

  2. EDITH SARMENTO DUTRA   •  

    NINGUÉM DEFENDE PT – DEFENDEM EMPREGUINHOS OU EMPREGÕES, DEFENDEM BOLSA FAMÍLIA QUE RECEBEM DESONESTAMENTE, DEFENDEM OS MAIS TORPES INTERESSES! SEM VERGONHA E AMORAIS COMO UMA CRIANÇA DOENTE.

  3. Bruno   •  

    Chamou de burro quem defende o PT? Sujeito arrogante que, em sua descrição, se diz um “leitor compulsivo, entende muito de política, economia,etc”. Prega apenas a intolerância e dissemina ódio. Incapaz, como qualquer radical, de ver progressos alcançados em administrações as quais ele simpatiza.

    Burro é você, Marcelo Madureira, disseminados de ódio e exclusão. É notório que os avanços do Brasil se devem aos avanços perpetrados pelos governos do PSDB e do PT. Quanto à corrupção, só sendo muito burro para crer que apenas no governo de um partido que se há o monopólio do ilícito.

    Vá estudar mais, incauto Marcelo Madureira

  4. Jorge Luiz - SSA-BA   •  

    MM…continuarás a trombetear mais 4 anos para ganhar o seu ganha pão… é justo!
    Burros são os seus seguidores!… e os 2,5k que desfilam na av. paulista mensalmente…
    Bastante astuta a estratégia da elite paulistana, do partidinho psdb, dos novos bloguistas playboys e dos velhinhos caquéticos do sujo-pasquim alcunhado de “veja”:
    Corruptos e corruptores continuam como mote de campanha!… mas a perna é curta… como desnudou-os muito bem o Ricardo Semler
    http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2014/11/1551226-ricardo-semler-nunca-se-roubou-tao-pouco.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *