A NAU DOS INSENSATOS

A nau sem rumo parte com destino a lugar nenhum… O porão está cheio de ratos, o mar proceloso e a comandante é inepta, arrogante e ignorante. Não tem Pronatec que dê jeito. Não esqueçam do seu criador, que, por ora, absconso em São Bernardo do Campo, faz cara de paisagem como se nada fosse com ele. E la nave va… O pior de tudo é que estamos todos embarcados nela.

E o que é este ministério? Um bando incapaz de formular qualquer proposta para sair do imbróglio em que este presidencialismo de latifúndio nos meteu. Aliás, adoro o termo “ministério de porteira fechada”, é como se fosse um direito de lavra, uma concessão pública para se apoderar e explorar o aparelho de Estado. A presidente reeleita chegou ao paroxismo de pedir folha corrida do candidato a ministro antes de nomeá-lo. É só ver a lista para concluir que, para o PT, ministério é prêmio de consolação para quem é derrotado nas urnas. Alguém pode me explicar por que todo ministro de Inclusão Social (aliás, para que serve isso?) tem que ser afrodescendente? É monopólio? Será que não existe nenhum caucasiano, caboclo, mameluco ou cafuzo capaz de promover a tal “integração”?

Joaquim Levy, nem tomou posse, já está desmoralizado. No apagar das luzes o Tesouro mandou mais 40 bilhões de reais para os cofres do BNDES e a presidente mandou distribuir 400 milhões para o Congresso atropelar a Lei de Responsabilidade Fiscal. Joaquim Levy é bobo e vítima da própria vaidade.

E lá vamos nós em direção a 2015! As “esquerdas modernas”, bando de picaretas ingênuos, vão perceber que os “avanços sociais dos governos do PT” têm pés de barro, vitória de Pirro. Não se sustentam num país que está com as finanças quebradas. O único avanço que tivemos nos governos lulopetistas foi o avanço no dinheiro público.

A verdade é que o “sistema” se exauriu. É disfuncional. Chegou a ter uma sobrevida de 30 anos, depois da redemocratização do país (o que em termos de História não é nada). Mas numa democracia plena e com os avanços na tecnologia de controle individual do cidadão – com tudo de bom e ruim que isso enseja –, para se roubar a sociedade há que se ter mais competência e sutileza. O criminoso patrimonialismo petista não sobrevive nas democracias contemporâneas.

Feliz Natal? Pra quem? Próspero Ano Novo? Como?

E tenho dito.

8 Comentários

  1. Patrick   •  

    Excelente texto!

  2. antonio   •  

    Não acho que são patetas, nós é que somos! eles sabem muito bem o que fazem com esse mana de bilhões roubados dos cofres públicos em todos os níveis, o PT só sai do governo a baixo de bala e se preparem porque o revide vai ser forte, ou vc não sabe para que esta servindo todo esse dinheiro, feliz 2015????

  3. Aaron Spelzer   •  

    Marcelo, o povo ordeiro, trabalhador e pagador dos impostos mais abusivos do planeta é quem vai padecer dolorosamente em 2015.
    É ele quem vai sofrer o ‘anal’ dos insensatos.

  4. S270950   •  

    Ótimo texto!
    Concordo com tudo!
    Apenas uma dúvida tenho?
    Oq faz vc, um cara que tem grana, no Brasil? Se eu fosse vc já tinha mudado desta merda!

  5. ivan   •  

    Marcelo, prezadíssimo. Admiro sua coragem. Por muito, muito, menos meu pai, Millôr, foi
    tachado de reacionário(e perseguido como tal) por este partido ao qual você se
    refere.. Este, que se encontra agora
    com o poder. Você, seguindo a mesma lógica deste partido que caçou meu
    pai, é nazista. Racista. Proselitista. Fascista. No minimo. Nénão?
    Nénão? Pela “lógica”do partido, é. Nénão? Arre égua. Abração. E, muito, muito
    cuidado.Sem trocadilho, certo?
    Feliz e – muito – próspero ano novo. E que Deus nos
    proteja. A mim sobretudo, pois sou agnóstico, e também não creio em ateus.
    Dá pra acreditar?

    • Marcelo Madureira   •     Author

      Ivan , uma mistura de honra e alegria ter você como leitor. saiba que seu pai foi para mim um exemplo de coerência , inteligência , coragem e honestidade intelectual.Cousa rara no Brasil… Estive com Millor algumas vezes , a maior parte na casa de nosso amigo Gravatá. Muito menos do que queria. Tenha aqui um amigo. Forte abraço e tudo de bom.

  6. Simão   •  

    Tudo verdadeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *