13 Comentários

  1. Herbert Heck   •  

    Seus dados estão errados… Foram mais de 6 milhões de inscritos. As notas zeros são absurdas assim mesmo!!!

  2. thais   •  

    Uma vergonha o resultado do ENEM… E o mais trágico é: todo esse pessoal com nota entre 0 e 500 tem chance de conseguir vaga em uma universidade. Ainda pior: quem garante que redações com notas um pouco acima de 500 não são tão ruins quanto as que fizeram 400?? Quem garante que textos bem escritos e com correção gramatical não foram punidos por motivos ideológicos? Eu fiz terceiro ano/ENEM em 2009, ano letivo bagunçado pela loucura do Sr. Haddad, que mudou a estrutura do ENEM no meio do ano, destruindo completamente o programa dos colégios e lá pelas tantas do ano, em uma redação modelo enem, minha professora de Redação (militante doente do PT e do PSOL) me chamou atenção porque eu defendi no texto que gratuidades não deveriam existir porque tornam ingressos/passagens etc mais caros do que seriam se elas não existissem. Segundo a professora, eu feria os “direitos humanos” com meu argumento, mas que ela me daria a chance de fazer um novo texto porque eu era boa aluna e não merecia ter a média final prejudicada pelo que ela classificou como “deslize”. Ainda assim, essa leitora aqui de “O Antagonista” fez 1000 pontos na redação do ENEM 2009 apostando tudo na coerência, coesão, estrutura argumentativa e correção gramatical, pois empulhações ideológicas e o politicamente correto jamais foram do meu agrado.

    O fato é que tudo isso só endossa (e agrava) o quadro descrito por pesquisa divulgada ano passado em que se constatou um elevado percentual de analfabetos funcionais no ensino universitário brasileiro.

    • Fabiano Barreto   •  

      Thais, eu, que fiz vestibular em 1989, e que, ultimamente, tenho achado que o melhor lugar para se estar no Brasil é o aeroporto, com cartão de embarque internacional no bolso, confesso que fico um pouco mais esperançoso ao ler um texto claro, sensato e tão bem escrito como o seu. Parabéns! Tenho certeza de que seus 1000 pontos na redação foram merecidos. Sua professora, infelizmente, jamais será capaz de ler e entender um texto de Milton Friedmann, explicando porque não existe passagem gratuita, nem serviço gratuito. Também nunca conseguirá entender a explicação de Margaret Tatcher de como não existe nem mesmo “dinheiro público”. Esse tipo de bloqueio ideológico não se vence, se contorna. É “firmware”. De forma que os alunos mais inteligentes têm que saber desviar-se dessas pedras no caminho e produzir redações que não agridam as mentes pré-formatadas deles. Aliás se você tiver chance, avisa para ela que se ela precisar de uma passagem para Cuba ou a Coréia do Norte, pede para ela entrar em contato comigo, tenho umas promoções imperdíveis de passagens só de ida. Um abraço e boa sorte!

      • thais   •  

        Obrigada, Fabiano! Infelizmente já não tenho chance de dizer nada disso a ela, pois durante o segundo turno das eleições ela me bloqueou no facebook (único contato que eu tinha com ela) sem que eu sequer houvesse me prestado a atacá-la/discutir com ela no meu perfil ou mesmo no dela. Certamente ela não suportou os textos que eu publiquei à época da campanha desmontando as mentiras gritadas pelo governo como se verdades fossem, sobretudo as mentiras sobre a Economia.

  3. Zinha Bergamin (@Lelezinha   •  

    Vc mesmo já deu o “resumo” da ópera:Cid Gomes,Ministro da Educação? Sim! O Brasil é mesmo o país da piada pronta”! (como diz o Zé Simão!)
    Não tem jeito,Madureira, o Brasil precisaria ser descoberto de novo! Como está não tem conserto!

  4. Uma lástima o Museu da Quinta da Boa Vista fechado e mais triste ainda ver que o resultado do ENEM só vem a confirmar que o Governo do PT nunca teve um projeto sólido para alavancar a educação no nosso País. A tal “Pátria Educadora” é mais uma mentira de Dilma, não passa de um slogan vazio e politiqueiro. Que Deus nos ampare para que, um dia, possamos nos reerguer em nossas dignidades e expulsarmos definitivamente este câncer PT que acometeu a nossa Pátria Brasil.

  5. Reginaldo Garcia Bissolli   •  

    Vergonha!!!!! Eu sempre disse que um dia a burrice assumiria o poder, poder no governo, poder nas empresas públicas e privadas, ninguém sabe ler, escrever ou fazer a interpretação de um texto. Estou escrevendo um livro, perdemos a qualidade em tudo e não foi apenas no Brasil, nosso país apenas é o pior, porém isso é uma tendência mundial, nunca tivemos em todo o planeta líderes tão idiotas como hoje em dia, o reflexo vem a cavalo.

  6. Teresa Lacerda   •  

    Não sei o porque de tanta admiração. Basta entrar no Facebook. E se fizer uma enquete juro q nem esse percentual vai encontrar dos que saibam o que tem dentro desse museu.

  7. regina loron   •  

    Brasil um país falido!! Governado por um bando que no mínimo mostra incopetência, sem contar na roubalheira que esta faltando pouco para chegar aos principais ladrões.

    • regina loron   •  

      *imcompetência

  8. Venus Barreto Martins da Poça   •  

    Sou professora de Língua Portuguesa. Estou aposentada há treze anos. Sempre trabalhei em Escolas Públicas por opção. Meus alunos liam muito e escreviam bem. A correção, feita de forma a levar o aluno a reescrever o texto, era trabalhosa porém eficiente. Nunca entendi separar o ensino da Gramática e da expressão escrita, quando aquela só deveria ser trabalhada como ferramenta para a comunicação.
    O que esperar de um governo onde neoligismos como presidenta tentam ser impostos? O que pensar de um país em que Cid Gomes é o Ministro da Educação e o da Tecnologia é uma toupeira? O que dizer de uma educação voltada para a doutrinação política? Basta ver os livros didáticos distribuídos nas escolas.
    Pior de tudo é que este estrago levará muito tempo para ser consertado a partir do momento em que deixarmos de ser reféns desta política demagógica que aqui se instalou.
    Muito triste para mim que estudei em Escolas Públicas de qualidade e hoje tenho neto em Escola Particular dita de ponta com ensino que deixa muito a desejar.

  9. Marcelo Aguilera   •  

    KKK (RISOS)
    Tenho de rir da situação, a presidenta quer por mais um politico como ministro da educação e ninguém quer aceitar.

  10. Cida Pacheco   •  

    Lamentalvelmente eis a realidade que se mostra! Analfabetos funcionais, ou seja leem, mas não sabem interpretar…não os culpo, pois o sistema educativo a tempos promove e elege para a superioridade da “ignorância” tais alunos. Ora! Sabidos e críticos iriam exigir mais, e não aceitar qualquer palavra e descabidos atos, que vê-se. Pátria Educadora?? Só se for para a doutrina da ignorância, retrógrada, que tal partido do “poder” insiste. Queremos e merecemos a educação da Finlândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *