AGORA CHEGA!

Desta vez o STF foi longe demais.

A decisão do Supremo Tribunal Federal de desmembrar as ações penais, reduzindo a atuação do juiz Sérgio Moro como responsável na primeira instância, enfraquece a tese central de que uma organização criminosa operou para manter um projeto político do PT no poder.

A mudança pode significar “o fim da Lava Jato” nos moldes atuais. Desmembrados, os processos cairão num imenso Buraco Negro da nossa lentíssima e conivente Justiça. Em resumo: uma manobra nefasta e contrária aos interesses da sociedade brasileira.

Para mim chega.

Estou cansado de sustentar um aparelho de Estado disfuncional, mal administrado, corrupto e que opera em contradição com os interesses do Brasil.

Este mesmo Estado que, através deste governo corrupto e incompetente, tem o desplante de querer aumentar ainda mais a carga escorchante de impostos a que são submetidos os brasileiros.

Um bando de parasitas, é isso o que eles são.

Não me sinto representado por este governo de corruptos, não me sinto representado por este Supremo Tribunal Federal, não me sinto representado por um Legislativo que foge às suas obrigações constitucionais.

Chega! Basta! Tô Fora! Deu ruim!

Se eles querem ficar em oposição aos desejos da Nação, vamos dar o troco.

Vamos lembrar dos Estados Unidos da América quando, em 1776, os cidadãos das 13 colônias americanas decidiram se libertar da exploração da metrópole, a Inglaterra.

No taxation without representation”, ou seja, não pagamos impostos quando não nos sentimos representados – Essa foi a frase-senha que desencadeou a revolução que fez nascer a grande nação americana.

O nome disso é desobediência civil. Ninguém paga mais imposto nenhum. Nenhum industrial, nenhum comerciante, agricultor, operário, bancário, balconista ou humorista. Não vamos mais pagar imposto nenhum. Federal, Estadual ou Municipal, nenhum.

Vamos levar a arrecadação a zero. Eles não vão ter mais dinheiro para seus palácios, mordomias, carros de luxo, viagens e o escambau. Tampouco terão como repassar recursos à CUT e ao MST, que vivem dos nossos impostos. Aí vamos ver como é que fica.

Eles vão pedir arrego e aí nós, o Povo, sentamos para conversar.

 Está lançada a ideia. Basta combinar o dia e começar.

 Vamos nessa?

 E tenho dito.

22 Comentários

  1. celia leal   •  

    O q está faltando para quem tem milhares de seguidores fazer isso? Marcar dia e hora pra começar a desobediência civil? O q falta para vc criar um post, entrar em contato com outros, solicitando a divulgação por cada um deles? Tenho certeza que nós, o povo, iremos cumprir o combinado. Só falta para o povo um líder ou grupo de líderes para nos motivar a FAZER, pq na net todo mundo fala. Mas, fazer que é bom, ninguém faz. Junto com o post convocando o povo, algumas orientações de como, quando, onde, e criação de grupos por cidade. No aguardo….obg.

  2. Paulo Sampaio   •  

    Marcelo, estou surpreso com seus comentários. Apoio sua ideia incondicionalmente.

    BASTA DE COMUNISTAS NO PODER !!!

  3. jose maria de jesus   •  

    se vamos começar alguma coisa contra esse estado de corrupção ao qual estamos vivendo,então comecemos o quanto antes ,porque os que mamam tudo o que pagamos a esse governo corrupto em forma de impostos só esta servindo para alimentar esses vagabundos que estão junto com os petralhas,tal como mst,cut,e demais vagabundos que se fosse enumerar ficaria aqui a noite toda,a unica coisa que falta é alguem que queira nos liderar ,pois ninguem mais aguenta esse governo corrupto, ladrão,e que só leva o nosso pais a falencia

  4. flavio82pn@hotmail.com   •  

    Concordo, mas como nos protejer do dinheiro guardado nos bancos ?

  5. Evandro Pontes   •  

    A Celia, aí em cima, disse exatamente o que o povo(tenho certeza) acha e pensa. Precisamos de líderes!!!!!! Lembra nos filmes antigos? Mocinho e bandido. A gente torcia as màos e gritava no cinema…”MATA O CHEFE” !!!!!!!! e quando o chefe dos indios morria, acabava a guerra. Indios sem chefe, não sabiam o que fazer….precisamos de líderes!!!!!!

  6. Fabiola Maues   •  

    Já tem anos que falo isso. Começar um ano e ninguém pagar IPTU, IPVA, ninguém entregar IR, nenhum comerciante emitir NF.
    Eu aposto que em 1 mês sai todo mundo!

  7. Rogerio Santovito   •  

    Legal a iniciativa (ou desabafo?), mas infelizmente deixar de pagar impostos é inviável, não é tão simples quanto parece. Como? Quais? Sem retórica (Quais? Todos!), please. Só funcionaria para os propósitos apontados pelo Marcelo Madureira se TODOS o fizessem – o que nunca vai acontecer na prática. Neguinho pão-com-ovo já não paga imposto diretamente. A turma da classe média não vai arriscar deixar de pagar IR, IPTU (que são os impostos que seriam possíveis da Pessoa Física sonegar). Nenhum empresário (pequeno ou grande) vai arriscar deixar de cumprir com exigências fiscais/tributárias, com medo das multas e represálias.
    Acho mais viável fazer uma paralisação geral. Brasileiro curte um feriado, neguinho ia parar mesmo que não estivesse entendendo direito o motivo. E ainda tem a legislação trabalhista que protege o direito à greve.
    Alunos sem ir pra aula, caminhoneiros sem transportar carga, enfim, todo mundo que estiver descontente com o Governo (Federal, Estadual, está tudo a mesma nhaca), cruza os braços e para. Acho mais viável.

  8. Francisco Portelada   •  

    Oi Marcelo. Tá dificil. Acontece é que a criatura pratica práticas de organizacão criminosa. Tipo máfia.

  9. Samuel Siqueira   •  

    Galera jóia, nada de esperar por uma liderança, você (você, eu, ele, ela, etc) é o único responsável por sua vida, ninguém existe para te fazer feliz, pelo contrário, alguns perceberam isso e concluíram: “já que têm uns retardados confiando que alguém vai cuidar deles, vamos escravizá-los”, e estes alguns que perceberam isto (em toda história humana), e percebem, chamam-se estado, governo, igreja… qualquer construto que arroga a si alguma espécie de autoridade… não que você não tenha o direito de confiar sua existência ao estado, também conhecido como humanismo, mas lembre-se, isso é devoção, como também o é a devoção religiosa, a diferença é que a devoção religiosa costuma ser a uma entidade perfeita, poderosa e interessada na criatura (você), enquanto humanismo é a fé na luz rósea que emana do peito dos que sentem-se tão bem consigo mesmos ao justificarem as mais horríveis atrocidades em prol do próximo passo na evolução… “educando” os indivíduos… aprisionando-os… matando-os… tudo isto por uma “compreensão superior”…
    retomando, os retardados somos nós, e continuaremos sendo enquanto esperarmos por uma liderança, ou mesmo por um aval do apoio popular… isto é escravidão…
    esta é a inexpugnável agonia existencial, esta esperança de poder confiar em algo… não que não devamos, mas ao menos devemos ser honestos quanto à nossa aceitação de sermos escravos do objeto de nossa confiança…
    um exercício bobinho:
    você seria escravo de seus pais?
    minha reflexão: eu seria, porque eu confio neles plenamente, e confio que me amam mais que a si mesmos…
    e é a mesma expectativa que depositamos em entidades que não possuem (e por que deveriam?) qualquer razão para responsabilizar-se por nossa existência essencialmente: o estado é o contrário de seus pais que te amam, o estado é contrário de um possível perfeito, poderoso e interessado Deus… o estado é o cultivo de escravos…
    não esperemos a onda, não esperemos a manipulação da manada… fenômenos de massa costumam agredir o indivíduo…
    responsabilizemo-nos por nós mesmos, por nosso bem estar, pelo bem estar daqueles que confiam em nós… e refreemos nosso instinto de devoção e servidão, seja como escravos, ou nossos obscuros anseios de dominação… o façamos (devoção) conscientemente… mesmo que seja: “eu confio no estado”, responsabilize-se por sua compreensão da realidade…
    sinto muito pelas colocações repetitivas (entre outros defeitos)… não me esmerei em aprimorar a fluidez e a objetividade…
    55 maneiras para começar a parar de financiar o altar humanista: http://foda-seoestado.com/manual-agorista/

  10. Sérgio M.B. Monteiro   •  

    Eu adoraria presenciar isto. Estou cançado de tudo, de um povo que aceita está vergonha sem nenhuma manifestação. Não chegaremos a lugar nenhum! Não há arrecadação que de conta deste descontrole e do tamanho inchado deste estado.

  11. neliosantana   •  

    Os atuais membros do STF entrarão na história como aqueles que viraram as costas à Nação quando ela clamou por sua ajuda.
    A Nação não se reconhece neste STF.
    O STF tornou-se, por mérito próprio, sinônimo de impunidade para os poderosos.
    Uma ação ser julgada no STF dá desânimo e sensação de desamparo.
    O STF tornou-se um fim em si mesmo.
    É hilário se não fosse uma tragédia o STF ter como membro um cidadão preparadíssimo (perguntem a Noblat quanto…) que se quer levado a sério ao admoestar juízes de 1ª instância, quando ele foi reprovado em concurso para ingresso na magistratura por duas(!!!) vezes e outro que confunde seriedade com cara feia, sendo bom na teoria mas na prática exala um forte odor de enxofre.

  12. Juan Gonzalez   •  

    Dia 01/01/2016: o dia em que não pagaremos impostos. Marcado!

    PS: Quando sentarmos para conversar, quem irá sentar na cadeira?

  13. Tiago   •  

    Tambem estou disposto a colaborar. Diga -me no que mais posso ajudar.

  14. Gian Marco Delle Sedie   •  

    Marcelo, lembrei de vc ao ler no radar online que Ziraldo recebeu autorização pra captar 5,2 milhoes pra fazer uma série de animação do menino maluquinho.
    Acho que foi por ideologia mesmo que ele partiu pra cima de vc no enterro do Millor.

  15. Walter Cruz   •  

    Primeiramente precisamos evoluir nossa maneira de ver o mundo, falo em relação ao que nos foi ensinado nos filmes e o que trazemos de épocas de imperialismo, precisamos deixar de ser plebeus que precisam de um “Rei heroi” precisamos ter consciência de que somos donos de nós mesmos, dos nossos destinos, não precisamos de ninguém para dizer onde vamos e como devemos pensar, quem devemos odiar ou amar, desejo que realmente consigamos ser independentes, chegar neste ponto de amadurecimento social, eu diria, mas ninguém muda ninguém né apenas o exemplo. Parabéns Sr Marcelo Madureira. Não desista do Brasil.

  16. Juca   •  

    Sonegação de impostos!!! Me parece que isso já existe e quem mais sonega são os grandes empresários, as grandes empresas de comunicação (incluindo, principalmente, aquela onde você também mamou – não sei se ainda mama – por anos!) e por aí vai. Basta fazer uma pesquisa rápida e veremos que os impostos sonegados seriam suficientes para cobrir a conta. A corrupção não é algo novo no Brasil. É inerente à história do Brasil e também não é exclusividade do Brasil. Para combate-la, há necessidade de instituições fortes e participação direta e efetiva da população (por ex. através de Conselhos). Para que o povo (povo de verdade, não riquinhos metidos a revolucionários) ter as necessidades básicas atendidas, é necessário, sim, pagar impostos. Se pagamos muito ou não é outra questão a ser analisada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *