MVB: a gênese de uma logomarca

Um belo dia, o Mu Chebabi chegou e me pediu pra bolar uma marca para os seus novos EPs, que levam o título de Música Viralata Brasileira (MVB). Ele sugeriu que a gente fizesse alguma coisa em torno da famosa marca da RCA Victor, aquela que tem um cachorro ouvindo um gramofone, junto com a frase “His master’s voice”, ou seja , “A Voz do Dono”. A partir daí a ideia evoluiu para algo bem melhor: nosso cachorro teria voz própria, seria um cantor, ou um  “cãotor”, como bem definiu o líder desse novo e vitorioso movimento musical. Nosso cachorro não ficaria docilmente ouvindo a voz do dono, mas ficaria encarando um microfone para soltar a voz e os bichos. E assim nasceu esta marca que hoje está estampada em milhares de camisetas, espalhadas pelo mundo todo… Brasil acima de tudo e MVB acima de todos!

O Projeto Baixorola

No dia 1 de junho, durante um show do Mu Chebabi no Vizta, foi lançado oficialmente o Projeto Baixorola. Mu Chebabi e eu ficamos muito satisfeitos pois nossa iniciativa contou com o apoio imediato e irrestrito de todo o público presente no local.
Todos concordaram que a torcida brasileira precisa ter um instrumento musical com o qual se identifique, para tornar mais empolgantes e divertidos os jogos da próxima Copa do Mundo. E é aí que entra a baixorola…
Nós já estamos em negociação com a Fifa e o Ministério do Esporte. Nossa proposta é a fabricação de 50 milhões de baixorolas, instrumentos como este protótipo que está na foto. O instrumento será todo em plástico verde e azul. As cordas serão amarelas. O instrumento original em madeira pesa cerca de 9 quilos e meio. Mas a versão em plástico será um pouco mais leve. Além de tornar as comemorações uma coisa do maior bom gosto, esse instrumento é muito mais seguro pois, devido ao seu tamanho (cerca de 1 metro e 90 cm de altura), os torcedores terão muita dificuldade de arremessá-lo dentro do gramado. Por esses e outros motivos estamos convencidos de que a baixorola veio para ficar e vai fazer a alegria da torcida brasileira na Copa de 2014. Nos próximos shows do Mu Chebabi  no Vizta, daremos mais notícias sobre o andamento do Projeto Baixorola…

Mu Chebabi UNPLUGGED e PERCUSSIONLESS

O pessoal que vive dizendo que não tem nada de novo na música brasileira deveria ouvir o Mu Chebabi…Esse cara é um dos segredos mais bem guardados da MPB… E agora em junho ele está fazendo dois shows no Vizta (Hotel Marina Palace).  Num formato inédito para ele, Mu vai fazer a versão ACÚSTICA, UNPLUGGED e PERCUSSIONLESS do seu show UMA COISA É UMA COISA, OUTRA COISA É OUTRA COISA. Mu Chebabi (voz e violão) será acompanhado por Fernando Clark nos violões e por Reinaldo Figueiredo (eu) no contrabaixo, formando um surpreendente POWER TRIO acústico. Vejam aí a chamada que está rolando na web…O próximo show é na quinta-feira, 13 de junho…E música ao vivo é outra coisa…