banner_arte_02
0SeguidoresSeguir
0SeguidoresSeguir

Beto tem uma superstição: quando assiste aos jogos de futebol, ele costuma fazer figa quando o adversário do Fluminense está com a bola.
Gosta de Rock’n’Roll e foi o terceiro colocado no campeonato carioca de futebol de salão, categoria infanto-juvenil, de 1976, jogando pela Hebraica.

Diz a lenda que Beto Silva (Roberto Adler) quando nasceu, ao invés de chorar, contou uma piada para o médico. Desde então, as anedotas estiveram presentes na vida do humorista, mas foi apenas na faculdade que ele descobriu o poder que elas tinham. Cada piada trazia em si uma mensagem e foram essas lições que o ajudaram a lidar com problemas, tomar decisões e até mesmo perder a timidez.

Carioca e torcedor fanático pelo Fluzão, Beto é formado em Engenharia e chegou a trabalhar em uma multinacional. Porém, o estilo comportado de terno e gravata definitivamente não combinava com ele.

Em 1978, ainda na faculdade, criou a revista Casseta Popular, junto com os colegas Marcelo Madureira e Helio de La Peña. Em 1988 os redatores da Casseta Popular e do Planeta Diário foram contratados pela Rede Globo para escrever o programa TV Pirata e Doris Para Maiores. Mais tarde eles foram para frente das câmeras no Casseta & Planeta, Urgente!, que permaneceu 18 anos no ar. No ano de 2012, foi redator final do Casseta e Planeta Vai Fundo.

Beto lançou os livros Julio Sumiu (Objetiva, 2004), Uma Piada Pode Salvar sua Vida (Objetiva, 2008) e Cinco Contra Um (Objetiva, 2011) e O Dia em que me Tornei Fluminense (Panda Books, 2011).

No cinema, atuou nos filmes “Seus Problemas Acabaram” e “A Taça do Mundo é Nossa”.

Em abril de 2014 o filme Julio Sumiu, inspirado no livro homônimo do Casseta, entrou em cartaz nas telonas dos cinemas de todo o Brasil.