banner_arte_02

Work

– Facebook | Google+Blog | CEJ –
– Blog do Comendador –

Reinaldo Batista Figueiredo nasceu no Rio de Janeiro. Ele começou a trabalhar como cartunista e ilustrador no semanário de humor O Pasquim, onde ficou de 1974 a 1985. Em 1984 ajudou a criar o jornal humorístico O Planeta Diário, junto com os colegas e amigos Hubert Aranha e Cláudio Paiva. Um jornal mensal, no formato tablóide e com estilo ousado para a época.

De acordo com o humorista, o Planeta Diário foi um test drive da democracia, com manchetes cada vez mais arriscadas e irreverentes. Com Hubert e Claudio Paiva, também foi co-autor da coluna de Perry White, na Folha de São Paulo. As melhores crônicas foram reunidas no livro Apelo à Razão,  publicado em 1986.
Em 1988 é contratado, junto com os redatores Casseta Popular e do Planeta Diário pela Rede Globo para escrever o programa TV Pirata e Doris Para Maiores. Mais tarde eles foram para a frente das câmeras no Casseta & Planeta, Urgente!, que permaneceu 18 anos no ar.

Atualmente, Reinaldo publica cartuns e histórias em quadrinhos no seu espaço “A Arte de Zoar”, na seção de quadrinhos do Globo, aos domingos. Como cartunista e ilustrador, também é colaborador de revistas como Piauí e Playboy.

Reinaldo lançou os livros Escândalos Ilustrados (Editora Codecri, 1984), Apelo à Razão (Núcleo 3, 1986),  Desenhos de Humor (Desiderata, 2007) e Noites de Autógrafos (Desiderata, 2010).

No cinema, atuou nos filmes  Seus Problemas Acabaram (2006), A Taça do Mundo é Nossa (2003).

Reinaldo também é músico. Tocou baixo elétrico nos shows e discos do Casseta & Planeta e atualmente toca contrabaixo no quarteto Companhia Estadual de Jazz (CEJ),  cujo nome é paródia da “Companhia Estadual de Gás (CEG)”, do Rio de Janeiro.